Relatórios da WIPO sobre registros internacionais de 2018

Relatórios da WIPO sobre registros internacionais de 2018

Mais da metade dos depósitos internacionais de patentes via WIPO (World Intellectual Property Organization) em 2018 foram da Ásia, com destacado crescimento dos pedidos da China, República da Coréia e Índia (Ásia (50,5%), Europa (24,5%) e a América do Norte (23,1%). Isto consolida uma posição do continente, conhecido nos últimos anos por ser a grande maioria de depositantes de patentes internacionais, sinal do forte investimento em P&D e inovação nestes países.

No campo das marcas, a notícia da WIPO menciona dos Estados Unidos como o país com maior pedido de registro de marcas internacionais (8825) via protocolo de Madrid, seguido da Alemanha (7495), China (6900) e França (4490). De acordo com a notícia, “a classe mais especificada em aplicações internacionais – computadores e eletroeletrônicos – respondeu por 10,1% do total, seguida por serviços para empresas (8%) e serviços tecnológicos (6,7%). Entre as 10 melhores classes, os serviços tecnológicos (+ 13,8%) e as preparações de limpeza (+ 12,9%) tiveram o crescimento mais rápido” (tradução livre).

E para Desenhos Industriais, os relatórios do WIPO mostram a Alemanha com o principal requerente de registros internacionais de DI (3964), seguido da Suíça (2510), República da Coréia (1574) e França (1454), entre outros países.

Fonte: https://www.wipo.int/pressroom/en/articles/2019/article_0004.html

Gráfico interativo da WIPO com dados de 2018: https://www.wipo.int/edocs/infogdocs/en/ipfactsandfigures2019/

Research and technology remained the top sector in 2019 for all top five origins.
Fonte: WIPO Statistics Database, March 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *